h1

COLECTIVA DE ILUSTRAÇÃO FBAUP_JARDIM ILUSTRADO

November 23, 2007

(coordenação Júlio Dolbeth)

inauguração: 6ªfeira, 23.11.07, às 21h30
Espaço Servartes
23 Nov’07 a 25 Jan’08

Ana Luísa Candeias
Ana Simões
Apolinário Pereira
Carla Manuela Martins
Catarina Correia
Dayana Lucas
Dário Cannatà
David Amarante
Délia Silva
Gabriela Sotto Mayor
Gémeo Luís
Inês Ferreira
Joana Mendes
João Araújo
José Cardoso
Júlio Dolbeth
Luciano Macedo
Maria Sobral
Manuela São Simão
Maria João Carvalho
Raquel Rei
Ricardo Abreu
Rui Sousa
Rui Vitorino Santos
Sara Andrade
Teresa Abrunhosa
Violeta Moura

Jardim ilustrado assume-se como uma exposição de Ilustração, uma área efervescente na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. A Ilustração é um território ambíguo de comunicação visual, situado algures entre a prática das Artes Plásticas e do Design, com o pressuposto de criação de imagens pictóricas que, para além de sintetizar, acompanhar ou explicar informação, também constroem um universo pessoal intricado no imaginário pessoal de cada autor.

A Ilustração tem ocorrências nas mais diversas áreas de expressão, passando pelo rigor científico da Ilustração de Pedro Salgado, um compromisso entre o desenho e a biologia, a representação do quotidiano de Norman Rockwell ou a ilustração satírica de Abel Manta, entre muitos outros exemplos.

Na FBAUP, a Ilustração é uma área de estudo da licenciatura de Design de Comunicação, no entanto a exposição tem como intuito abarcar vários autores provenientes da comunidade escolar, das diferentes áreas de acção da FBAUP, independentemente da licenciatura, procurando um discurso visual aglutinador para uma possível abordagem das narrativas da Ilustração.

A crescente qualidade dos trabalhos de Ilustração na FBAUP, é fruto do interesse de alguns docentes e discentes, que, ao longo dos anos, desenvolveram o seu estudo e prática, como poderá testemunhar uma possível história da Ilustração portuguesa.

O “jardim ilustrado” surge como uma necessidade de tornar visível um universo com uma gramática comum, mas com um imaginário íntimo e pessoal para cada, levando-nos a pensar esta área como um discurso em ebulição e com um alargamento de territórios.

A exposição privilegia uma Ilustração de autor, onde o texto ou a encomenda é delegado para um segundo plano. Aqui, as imagens são narrativas, usando como agregador comum uma ideia que encontra no Jardim um espaço de reflexão.

O jardim como tema proposto, partiu da ligação do edifício – escola (FBAUP) à cidade, numa visão naturalista de enquadrar a Faculdade num elemento natural.
O jardim como embaixador de inspiração ao longo dos mais de duzentos anos de escola. No entanto, o Jardim figurativo, o da Faculdade ou o jardim público de S. Lázaro, não são mais do que possíveis ideias para a construção das imagens. Interessa-nos o Jardim como espaço simbólico, um espaço entre o público (aquilo que transparece nas imagens) e o privado (o universo simbólico de cada autor).

O jardim como a plataforma de experimentação para uma expressão de autor, uma reflexão sobre o universo íntimo e metafórico de cada ilustração.

O jardim como espaço habitável, que interage, um local agregador de diferentes realidades para a construção de uma identidade local.

Júlio Dolbeth
(Professor Assistente no Departamento de Design FBAUP)

Localização:

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: