Archive for June, 2008

h1

Olá a todos:

June 24, 2008

Gostaria de agradecer a todos os que me têm dado apoio e incentivado na criação e manutenção deste blog, bem a todos os visitantes que têm dado alguma atenção a esta iniciativa.

Para dar uma nova “lufada de ar fresco”, resolvi dar uma nova imagem e organização. Espero que seja do agrado de todos.

Caso o desejem, podem deixar os vossos comentários ou sugestões sobre este novo visual.

Espero poder continuar este trabalho e que ele seja útil de alguma forma para os seus visitantes.

Mais uma vez, obrigado a todos e continuem a visitar-nos.

 

 

h1

Brian Cronin na Casa da Cerca

June 23, 2008

Brian Cronin
Retrospectiva 1983-2008 e Cor
Exposição de Ilustração
A Casa da Cerca inaugurou duas exposições em colaboração com o Ar.Co no âmbito das comemorações do seu 15.º aniversário e dos 35 anos do Ar.Co.
Brian Cronin – Retrospectiva 1983 a 2008 mostra trabalhos do ilustrador Brian Cronin que apresenta cerca de 150 trabalhos originais realizados nos últimos 225 anos da sua carreira enquanto ilustrador de imprensa. A obra de Brian Cronin foi publicada em revistas e jornais de referência tais como a Rolling Stone Magazine e The New York Times. O autor realizou também ilustrações para livros publicados por editoras como a Peguim Books e Hamish and Hamilton.

Acompanhando esta mostra, estará patente uma exposição de 15 ilustradores portugueses subordinada ao tema Cor. As ilustrações apresentadas foram produzidas em serigrafia pelo Centro Português de Serigrafia. Ilustradores participantes: André Letria, Alex Gozblau, André Carrilho, Bernardo Carvalho, Daniel Lima, Filipe Abranches, João Fazenda, Miguel Rocha, Maria João Worm, Nuno Saraiva, José Manuel Saraiva, Pedro Burgos, Tiago Albuquerque, Tiago Manuel e Susa Monteiro.

 

 

Organização
Casa da Cerca – Centro de Arte ContemporâneaCâmara Municipal de Almada

Observações
Câmara Municipal de Almada

Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea

Rua da Cerca 2, Almada

Tel.: 21 272 49 50 / 51
Email: casadacerca@cma.m-almada.pt
http://www.m-almada.pt/casadacerca

 

h1

IM PROVÉRBIOS – Flávia Leitão

June 21, 2008

h1

Brian Cronin e a Cor

June 18, 2008

h1

Mr. Fields para ver

June 12, 2008

“Retratos imaginários de Mr. Fields”
14 de Junho até 10 de Julho
Na Work&Shop, dia 14 (Sábado) inaugura a exposição de desenho de Mr. Fields: “Retratos imaginários de Mr. Fields” e que estará patente até dia 10 de Julho.
Da nota de imprensa:
«Desiludido com o mundo dos homens e com alguns animais, empreendeu longas jornadas por terras asiáticas em busca de si próprio. Nunca se encontrou. Numa feliz revelação descobriu que, afinal, tinha dupla personalidade. Fez terapia. Hoje, ambas as personalidades convivem em harmonia. Uma delas encontra a paz e a realização pessoal num coro de igreja. A outra dedica-se a registar a tinta-da-china, no papel, as distintas aventuras e viagens, bem como as excêntricas personagens, que se foram sucedendo nas suas vidas…»
h1

Rui Sousa – Exposição de ilustração na galeria Serv´artes

June 12, 2008

“Comportamentos Humanos”
Folha de Sala
As obras de Rui Sousa aqui patentes pertencem à série “Comportamentos Humanos”, a mais recente produção do autor. Estes seres polimorfos surpreendem-nos, seduzem-nos, divertem-nos até. Mas se observadas longamente, estas criaturas ganham contornos inquietantes; é mesmo um corpo humano o com estes enxertos animais. Estes desenhos transportam consigo uma dimensão sombria e mesmo absurda; O lúdico e o insólito coabitam com o perigo de modo ameaçador. Mais inquietante ainda, são comportamentos humanos aqueles que podemos observar nestes trabalhos e que inspiram o título desta série de desenhos. Cresce a nossa perturbação, entram em cena questões de identidade e revelam-se as pulsões animais, irracionais (inerentes ao indivíduo) que a sociedade contemporânea tão afincadamente reprime e oculta. É o corpo a armar-se, evoluindo para se proteger, atacando se necessário, invocando o animal que até então repousava no seu âmago. E porquê a insistência no fato, referente com forte carga simbólica de poder, estilo mas também austeridade e cinzentismo? O ataque não é somente dirigido às ameaças exteriores, é um processo autofágico, o animal selvagem devora o hóspede humano, frio e calculista, que perdeu o coração na sua busca de poder. Estes trabalhos materializam através do desenho a ameaça surda que paira sobre os nossos excessos. Rui Sousa não esconde o seu fascínio pelos trabalhos da Paula Rego que têm por catalisador a “Metamorfose” de Kafka. O profundo mal estar que ressentimos quando observamos o Gregor retorcendo-se como um insecto, ecoa nos “Comportamentos Humanos” quando assistimos ao devir selvagem do que já foi só humano, numa mutação que visa a superação dos obstáculos, independentemente da sua natureza.
Frederic Figueiredo
Mais informações:
galeria Serv´artes
Rua da Constituição 2105 R/C
4250-170 Porto
Rui Sousa
ruisousaemail@gmail.com
www.ruisousaartworks.blogspot.com
h1

1001 Noites no Museu da Água

June 6, 2008

Até 28 de Junho
Museu da Água
Para quem não teve oportunidade de ver no AMAC – Barreiro, tem agora a possibilidade de visitar esta fabulosa exposição de ilustrações originais de 40 autores iranianos em Lisboa, no Museu da água.

Quem não se lembra da história do Sultão Shahryar, rei da Pérsia e da sua noiva Scherazade? Shahryar, depois de ser traído pela mulher passou a mandar executar as donzelas com quem casava, na manhã do dia seguinte ao casamento. Scherazade, uma dessas donzelas, na noite do casamento, começou a contar ao sultão uma história maravilhosa, mas não a acabou. O sultão viu-se então forçado a poupar-lhe a vida para ouvir o final da história. Na noite seguinte, Scherazade acabou a história, mas começou uma nova, que de novo, não concluiu. E isto repetiu-se durante 1001 noites!

O nome desta história extraordinária, que no fundo nos fala do poder encantatório dos contos, não poderia ser mais apropriado para título de uma exposição colectiva de 40 ilustradores de livros infantis do Irão, a antiga Pérsia.
Ao ler estas 120 ilustrações, os visitantes poderão tomar contacto com a cultura deste país imenso, com as suas tradições literárias e artísticas, e com a forma como as transportam para o presente.

Enraizada na rica herança cultural do país da 1001 noites, a nova ilustração iraniana alia o exotismo e por vezes a exuberância gráfica e cromática características destas latitudes, a expressões de grande contemporaneidade.
Tal como Sherazade encantou o Sultão Shahryar com as suas 1001 histórias esperamos que se deixem encantar pela magia destas imagens.

Exposição comissarida por Ju Godinho e Eduardo Filipe, organizada pela Câmara Municipal do Barreiro e pela Associação Ver Pra Ler e inserida no Projecto IlustrARTE.

Mais informações:
Tel.: 218100215
Lisboa, Museu da Água

Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos
R. Alviela, 12

Horário: Segunda a sábado das 10h00 às 18h00

Preço: 2,5€ (c/descontos)